Casa na árvore {R.O.} por Ludmila

Há algo mais convidativo para a criançada que uma casa na árvore?

Brincar ao ar livre, em contato com a natureza, contribui para o desenvolvimento das crianças em vários aspectos.

Elas podem participar de toda a construção e aprender como os materiais sustentáveis podem ser empregados. Construir uma casa na árvore junto com as crianças pode ser um grande aprendizado para todos.

Nessa casa da imagem acima, feita pela Tree House Colorado, podemos observar vários itens de reuso de materiais. O telhado foi reaproveitado e as janelas eram de um caminhão velho. O mais interessante nesse projeto é que o apoio da casa é inteiramente no chão e a árvore está ao seu lado.

Nessa outra foto vemos uma casinha cujo acesso é realizado através de uma escada de corda. Ótima para meninos, não acham?! Estes aqui são outros exemplos da Tree House Colorado de como podemos fazer uma casa sem muito custo.

A casa da imagem abaixo é um pouco maior e, além da escada de corda, possui escorrego e o espaço existente na parte inferior foi aproveitado com mesinha e brinquedos. O mais legal nestas duas últimas casas é que permitem adaptações, tais como a adição de paredes e janelas.

O interessante é observarmos que a casa na árvore pode ser em um local sombreado por ela; a árvore não precisa necessariamente sustentar a casa.

Essas imagens ilustram casas na árvore criativas e que aproveitam os materiais recicláveis disponíveis. Se você mora em uma casa que tenha um quintal, ou mesmo se tiver uma casa de campo, não deixe de providenciar uma na, ou sob a árvore para o seu filho!

Aproveite e assista a este vídeo da Woonden Design Plans e veja como é fácil e rápido construir uma casa na árvore: Como fazer uma casa na árvore

{INSTAGRAM} @almocodesexta

{YOUTUBE} @almocodesexta

Criança gosta de brincar {Salada Mista} por Ludmila

Em homenagem ao dia das crianças, apresentaremos nesta semana projetos e dicas com o tema infantil.

Para começar vamos falar da brinquedoteca. Esse espaço que existia apenas nas escolas, hoje pode ser encontrado na área comum de prédios, na espera de clínicas e hospitais e até nos restaurantes. Observamos também um grande interesse por parte dos clientes em ter uma brinquedoteca dentro de sua casa, um local onde a criança possa brincar livremente, “salvando” os outros cômodos da bagunça. Acreditamos que dois fatores contribuem fortemente para a consolidação da cultura desse espaço: a crescente violência urbana, que desencoraja a brincadeira na rua, e a grande oferta de produtos para a criança. Hoje os pais realmente precisam de um lugar específico para guardar tantos brinquedos.

Mas e então, o que precisa existir nesse espaço de brincadeiras?

Um ambiente livre para brincar, correr, subir e descer com segurança é fundamental.

Esse aqui é um espaço em uma escola infantil, que incentiva a psicomotricidade das crianças.

Em uma brinquedoteca dentro de casa a organização dos brinquedos é indispensável: eles podem ser guardados em caixas, baús, estantes, prateleiras…

O mobiliário infantil, que é composto por poltronas, cadeiras e mesa para atividades manuais, quadro negro ou imantado, deve fazer parte desse ambiente. A TV, o aparelho de DVD e o vídeo-game também não podem ser esquecidos, pois hoje em dia são considerados importantes na hora de estimular o aprendizado da criançada.

O principal objetivo quando se projeta uma brinquedoteca é deixar o espaço lúdico, bem colorido e convidativo para as crianças.

Dependendo da área que se tenha, da idade e do gosto das crianças, as possibilidades se multiplicam.

E você? Consegue perceber a cultura da brinquedoteca na nossa cidade?


Cartagena de Índias {Almoçando Fora} por Andréa

Situada no Caribe Colombiano, a cidade de Cartagena é um destino que certamente agrada a “gregos e troianos”. Perfeita para os que gostam de praia ou aqueles que querem ver história, tem opções para relaxar ou badalar, comidas típicas e alta gastronomia. Acho que os arquitetos (ou amantes de arquitetura) se sentem privilegiados ao visitarem esse local.

A cidade histórica é toda delimitada por uma muralha, que guarda toda a sua história; lá, cada passo que é dado gera encantamento. Prédios históricos, cores vibrantes, sacadas coloniais decoradas com flores, interiores luxuosos: não tem como não se apaixonar.

Vista do Hotel Charleston Santa Tereza

Sacadas coloniais com muitas floresSacadas coloniais da cidade

Prédios do centro de Cartagena

Opções de gastronomia para vários gostos: Hard Rock Cafe e o famoso Café Del Mar

Uma vista da muralha que divide o bairro antigo do restante da cidade. A muralha tem 8km e podemos caminhar sobre ela; um fato curioso é que, ao longo da muralha, há algumas aberturas ( foto ) e elas ficam lotadas de casais. O motivo é simples: reza a lenda em Cartagena que os casais que vão namorar lá, com certeza casarão.

A melhor forma para conhecer a cidade murada é contratar um guia local e ir andando por todas as ruas, conhecendo um pouco da história de cada canto.  Além do bairro antigo, reserve um tempo para ver o por do sol no Café del Mar, caminhar pela muralha e fazer compras pelo próprio centro. Vale também se programar para ir ao Castelo San Felipe de Barajas, de onde se tem uma vista impressionante da cidade.

Mas isso não é tudo. Deixando a história de lado, podemos sair da muralha e aproveitar uma praia linda, e o bairro de Bocagrande, área bastante residencial com construções modernas, ruas largas e movimentadas, restaurantes e lojas para todos os gostos.

Vista Geral do bairro de Bocagrande

Pausa para caminhada na praia