Inovando para os bebês {Salada Mista} por Mariana

Quando um cliente chega ao escritório solicitando um quarto para o seu primeiro filho, nós já sabemos: ele certamente vai querer algo diferente dos demais, algo inovador, que ele não tenha visto em canto algum, afinal de contas seu maior tesouro merece o investimento.

Diante disso, a nossa pesquisa começa e, por mais que seja difícil ou quase impossível descobrir algo inédito, sempre conseguimos junto aos pais encontrar soluções diferentes e que chamam a atenção de quem visita o quarto.

Muitas vezes buscamos referências que à princípio não têm relação com o tema infantil e encontramos as respostas de que precisamos. Teste esse exercício, você vai ver como sua criatividade será estimulada.

Abaixo, três exemplos aqui do escritório (Ludmila & Mariana Arquitetura e Ambientes). Espero que gostem!

Primeiro um quartinho em tons de azul. A moradora dele é uma linda menininha que hoje já está com dois anos. A cor não é comum para as garotas, mas foi uma exigência da mãe-cliente e que fez toda a diferença nesse charmoso projeto.

No quarto de Felipe fizemos uma brincadeira luminosa com o seu nome. O anel em acrílico leitoso recebeu fita de led em seu interior e deixou o quartinho com um ar mais moderno.

Aqui você vê com mais detalhes.

Para finalizar, apresentamos o projeto do quarto de outra menininha. Nele, apesar de termos trabalhado com referências provençais, existe uma TV cor de rosa que encanta a quem chega. É… as novidades tecnológicas também compõem a decoração. Não podemos jamais esquecer delas.

E vocês? Se tiverem “experiências inovadoras”, por favor compartilhem. Aguardamos!

{INSTAGRAM} @almocodesexta

{YOUTUBE} @almocodesexta

Casa na árvore {R.O.} por Ludmila

Há algo mais convidativo para a criançada que uma casa na árvore?

Brincar ao ar livre, em contato com a natureza, contribui para o desenvolvimento das crianças em vários aspectos.

Elas podem participar de toda a construção e aprender como os materiais sustentáveis podem ser empregados. Construir uma casa na árvore junto com as crianças pode ser um grande aprendizado para todos.

Nessa casa da imagem acima, feita pela Tree House Colorado, podemos observar vários itens de reuso de materiais. O telhado foi reaproveitado e as janelas eram de um caminhão velho. O mais interessante nesse projeto é que o apoio da casa é inteiramente no chão e a árvore está ao seu lado.

Nessa outra foto vemos uma casinha cujo acesso é realizado através de uma escada de corda. Ótima para meninos, não acham?! Estes aqui são outros exemplos da Tree House Colorado de como podemos fazer uma casa sem muito custo.

A casa da imagem abaixo é um pouco maior e, além da escada de corda, possui escorrego e o espaço existente na parte inferior foi aproveitado com mesinha e brinquedos. O mais legal nestas duas últimas casas é que permitem adaptações, tais como a adição de paredes e janelas.

O interessante é observarmos que a casa na árvore pode ser em um local sombreado por ela; a árvore não precisa necessariamente sustentar a casa.

Essas imagens ilustram casas na árvore criativas e que aproveitam os materiais recicláveis disponíveis. Se você mora em uma casa que tenha um quintal, ou mesmo se tiver uma casa de campo, não deixe de providenciar uma na, ou sob a árvore para o seu filho!

Aproveite e assista a este vídeo da Woonden Design Plans e veja como é fácil e rápido construir uma casa na árvore: Como fazer uma casa na árvore

Criança gosta de brincar {Salada Mista} por Ludmila

Em homenagem ao dia das crianças, apresentaremos nesta semana projetos e dicas com o tema infantil.

Para começar vamos falar da brinquedoteca. Esse espaço que existia apenas nas escolas, hoje pode ser encontrado na área comum de prédios, na espera de clínicas e hospitais e até nos restaurantes. Observamos também um grande interesse por parte dos clientes em ter uma brinquedoteca dentro de sua casa, um local onde a criança possa brincar livremente, “salvando” os outros cômodos da bagunça. Acreditamos que dois fatores contribuem fortemente para a consolidação da cultura desse espaço: a crescente violência urbana, que desencoraja a brincadeira na rua, e a grande oferta de produtos para a criança. Hoje os pais realmente precisam de um lugar específico para guardar tantos brinquedos.

Mas e então, o que precisa existir nesse espaço de brincadeiras?

Um ambiente livre para brincar, correr, subir e descer com segurança é fundamental.

Esse aqui é um espaço em uma escola infantil, que incentiva a psicomotricidade das crianças.

Em uma brinquedoteca dentro de casa a organização dos brinquedos é indispensável: eles podem ser guardados em caixas, baús, estantes, prateleiras…

O mobiliário infantil, que é composto por poltronas, cadeiras e mesa para atividades manuais, quadro negro ou imantado, deve fazer parte desse ambiente. A TV, o aparelho de DVD e o vídeo-game também não podem ser esquecidos, pois hoje em dia são considerados importantes na hora de estimular o aprendizado da criançada.

O principal objetivo quando se projeta uma brinquedoteca é deixar o espaço lúdico, bem colorido e convidativo para as crianças.

Dependendo da área que se tenha, da idade e do gosto das crianças, as possibilidades se multiplicam.

E você? Consegue perceber a cultura da brinquedoteca na nossa cidade?